[ editar artigo]

Os 13 conhecimentos essenciais que todo Investidor de Startups precisa ter

Os 13 conhecimentos essenciais que todo Investidor de Startups precisa ter

Neste post listamos os 13 conhecimentos necessários para que o investidor tenha a certeza de que sabe o que está fazendo quando investe em startups. Se você não sabe responder todas essas perguntas, entre no Investor Trek Begin - a trilha inicial dos Investidores. Saiba mais clicando aqui!

1. Economia: ciclo econômico, duration, classe de ativo, liquidez, risco, retorno

Você precisa saber responder as seguintes perguntas:

Como funciona o investimento?

Qual é o ciclo econômico?

Quanto tempo dura e como faço para lucrar com as startups?

Como funciona a liquidez desse investimento? Quando posso liquidar?

Quais são os riscos deste tipo de investimento?

Quais riscos são mitigáveis e quais são inerentes à natureza destas empresas nestes estágios de vida?

Quais são os realisticamente os retornos esperáveis?

2. Estudo dos Mercados atuais: Contexto Global e Mercado Nacional

Qual o tamanho deste mercado de investimentos no Brasil e no Mundo?

Quem são os principais investidores?

3. Investimento Ativo VS. Investimento Passivo

Você pode investir em startups através de um fundo ou veículo de investimentos, ou diretamente nas startups. Você conhece as diferenças?

4. Investidores Generalistas VS. Especialistas

O que é um generalista e quais as diferenças e semelhanças com os investidores especialistas? Qual a diferença no processo e nos resultados? 

5. Onde estão os fundos? E onde estão os deals?

Aonde estão as oportunidades de investimentos?

6. Sourcing, liderança e co-investimentos

De onde vem os deals?

O que é o papel do líder de uma rodada?

O que são os co-investidores e qual seu papel?

7. Resumo dos estágios do ciclo de vida

Rodadas de investimento são feitas por vários tipos de investidores em várias etapas do ciclo de desenvolvimento de uma startup. Você sabe quais são eles?

8. Funil de análise de investimentos

Quais são as etapas de análise e quantos investimentos devem ser analisados até chegar numa massa crítica necessária para amadurecer um investimento feito? Quais fatores são analisados pelos investidores?

9. Jurídico

Contratos a serem analisados na tomada de decisão de investimento

Instrumentos de investimentos: cotas de fundos & contratos de mútuo conversível

10. Como são formados os portfólios de investimentos em startups

Qual deve ser a alocação do tamanho do portfolio de startups dentro do seu portfolio como um todo?

Quantas startups eu devo investir?

Qual valor eu devo alocar para cada startup e quanto para cada fundo de investimentos?

11. Auto-Análise de Capitais disponíveis: Financeiro, Social e Intelectual

Quanto tenho para investir em dinheiro?

Quais acessos sociais à pessoas e empresas da minha confiança posso usar para alavancar os meus investimentos? E como faço para o mercado saber disso e valorizar?

Em quais temas tenho expertise acima da média para contribuir no desenvolvimento das startups investidas e como alavancar isso?

12. Quem sou eu, por que estou aqui e o que busco nesta jornada?

Quais são os seus objetivos com o investimento em startups?

Faz isso para multiplicar patrimônio?

Ou mais para retribuir e contribuir com a jornada de jovens empreendedores?

Deixar um legado?

Manter-se ativo na comunidade de negócios e inovação?

Acessar novidades antes dos outros?

Ou apenas para aprender com gente inteligente?

Todos esses retornos são possíveis investindo em startups e devem ser ponderados na sua análise de propósito e resultados.

13. Governança

Quem governa e como são governadas as startups em cada etapa do seu ciclo de desenvolvimento?

 

Todos esses 13 pontos serão abordados na trilha inicial do Investor Trek.

Se ainda não conhece todos eles, clique aqui e participe!

 

JUPTER 🖖
Bruno Dequech Ceschin
Bruno Dequech Ceschin Seguir

Empreendedor, investidor, acelerador, evangelizador, cartola e fundador de um novo planeta

Ler conteúdo completo
Indicados para você